Rede Corporativa
Santos - São Paulo - Brasil, 26 de fevereiro de 2020.
07/07/2019
NOTÍCIAS
O SÍMBOLO DO AUTISMO
Apesar de Santos ter uma lei de nossa autoria que obriga estabelecimentos como bancos, farmácias e lojas, além de órgãos públicos, a incluir nas placas de atendimento prioritário o símbolo do autismo, é bastante raro encontrar quem o tenha feito. De qualquer forma, é importante saber qual é esse símbolo para que seja possível ajudar na divulgação, além de identificar quais estabelecimentos já cumprem a Lei em Santos.

Você sabia que o primeiro objeto a simbolizar o autismo foi o quebra-cabeça e que foi usado pela primeira vez em 1963? Foi popularizado pela entidade norte americana Autism Speaks para simbolizar a ideia da complexidade dos autistas.

Já o laço de quebra-cabeça foi adotado em 1999 e é uma marca registrada da Autism Society que permite sua utilização por outras instituições ou comunidades sem objetivos financeiros, cujo objetivo é demonstrar a unidade e conscientizar sobre o transtorno.

O padrão de quebra-cabeça reflete a complexidade do espectro autista, enquanto as diferentes cores e formas representam a diversidade dos indivíduos e famílias que vivem diariamente com ele. As cores vibrantes são para chamar a atenção e criar uma maior sensibilização sobre o assunto.

A cor azul

Dados da OMS apontam que os meninos representam maioria do total de crianças diagnosticadas com TEA. Por isso, o azul costuma estar presente em iniciativas sobre os distúrbios como a iluminação com luz azul em prédios e monumentos, no dia 02 de abril,  Dia Mundial de Conscientização do Autismo.

O texto do Projeto foi estabelecido em consonância com a legislação que instituiu a Política Nacional de Proteção dos Direitos da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista (TEA), conforme a Lei Federal 12.764/2012 e o Decreto 8.368/2014.

"Nosso Projeto, acima de tudo, é uma forma de ampliar a consciência da população sobre o autismo. Muitos estabelecimentos não reconhecem o autista como um portador de deficiência e os acompanhantes destas pessoas não sabem que são merecedoras do direito de integrar filas preferenciais. Com a sinalização disponível, fica assegurado o respeito e o tratamento adequado para eles", explica o vereador Adilson Junior.

Atalhos da página



Redes Sociais

Telefone: (13) 3219-5707
Endereço do gabinete: Praça Tenente Mauro Batista de Miranda, nº 1 - Vila Nova - Santos/SP
Rede Corporativa e-Solution Backsite